sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Escrevi um livro - A Festa Acabou

A aventura de pôr este blog de pé.
Começou em Novembro de 2010 em resposta a um desafio do meu amigo Pedro Araújo.
Fui escrevendo e, entre Dezembro 2010 e Março 2011, o blog teve uma média de 20 visitas por dia.
Eu achava um número extraordinario tendo calculado que, no fim de 2011, atingiria 10000 visualizações.
Para meu espanto, esse número foi atingido em meados de Maio. Entre Junho e Setembro contei 400 visitas por dia e em Outubro atingi 750 visitas por dia.
Motivado pelas vossas visitas, estendi o tempo devotado à escrita até que surgiu um novo desafio do editor Manuel Freitas: compilar as crónicas do blog no formato de livro.
Trabalhei todo o mês de Agosto, vieram as revisões e agora está pronto.


O conteúdo
O texto do livro é 90% retirado dos posts deste blog. Infelizmente tive que excluir as imagens mais interessantes (por razão dos direitos de autor) mas, como recompensa, melhorei a informação colocando mais gráficos.
A organização dos textos teve a valiosa ajuda do editor Guilherme Pires.

Introdução
1 O estado do Estado Português
1.1 Mercado de Trabalho
    Porque produzem os alemães mais do que nós?
    Os portugueses produzem mais do que os alemães: quem diria
    A Taxa Social Única — Uma solução para Portugal?
    À geração à rasca, um muito obrigado por serem lorpas
    Sobre a legalidade de baixar salários e pensões
    Gastar mais? Os homens só podem estar loucos
    O peso dos salários na produção é 80%
    Stiglitz e Krugman são Prémio Nobel, mas estão errados

1.2 O percurso de Portugal na União Europeia
    Será que o Euro destruiu a nossa indústria?
    E será que o Euro destruiu a nossa agricultura?
    E as pescas?
    A convergência do rendimento com os nossos parceiros

1.3 Questões de Estado
    Quanto irá o Estado português PAGAR pelas privatizações?
    Como irá o Álvaro privatizar os transportes públicos?
    O que tinha Sócrates na cabeça quando nos levou à bancarrota?
    A privatização do BPN

1.4 Recursos Energéticos
    A energia eléctrica
    As energias renováveis são um erro colossal
    Poderá a energia nuclear resolver os nossos problemas energéticos?
    O progresso tecnológico e a qualidade de vida
    A c a b o u - s e a F e s t a
    Os biocombustíveis não são solução para nada
    As importações de petróleo e gás não são um problema

1.5 As nossas contas externas
    Será possível passarmos a ter um saldo comercial positivo?
    Estamos num buraco muito pior que o de 1982
    O défice comercial é uma doença incurável
    Vamos integrar-nos no mercado de trabalho espanhol
    O mito dos pategos: os ratinguistas são malucos
    O que é comprar Dívida Pública?
    As Euro Zone Bonds são inviáveis

2 Portugal: o futuro é sombrio

2.1 Portugal está falido
    Ninguém nos vai salvar
    O que é a crise financeira
    O Défice Público é um problema gravíssimo

2.2 O funcionamento de uma Zona Monetária
    Santo Aleixo dos Mendigos tem Câmbios flexíveis
    Santo Aleixo dos Mendigos quer Câmbios Fixos
    Santo Aleixo dos Mendigos aderiu à Zona Euro
    Santo Aleixo dos Mendigos faliu

2.3 A falência de Portugal
    E a festa acabou com um grande morteiro
    Como se vai materializar a falência hardcore de Portugal
    As crises da Tunísia, Líbia e Egipto resultam da intervenção estatal errada
nos mercados

2.4 Algumas Ideias para Alguns Problemas
    A segurança social precisa de uma alteração de filosofia
    Irá o Estado Social acabar?
    A legislação do trabalho precisa de uma mexida
    O que fazer aos tribunais?
    Acabar com os comboios
    Os bancos — é obrigatório desindexar os créditos à habitação
    Temos de esquecer o crescimento económico
    Acabar com o IRC
    A escolaridade, a saúde e a despesa
    O Serviço Nacional de Saúde é fundamental
    O não cumprimento dos serviços mínimos tem de doer
    Vamos controlar o défice de forma permanente
    Desvalorizar o Euro não é a solução
    A Alemanha vai abandonar a Zona Euro
    Está na hora de Portugal sair da Zona Euro
    Quanto custará a Portugal sair do Euro?
    Roteiro para a saída da Zona Euro

Nota final
Este anúncio, no fundo, é uma campanha de promoção de vendas.
Isto custa-me fazer mas a editora vive disso.
É o preço que tenho que pagar pelo alegria de ter publicado um livro.
É a vaidade.

A Editora produziu este vídeo promocional

Parece um custo elevado mas vai ver que vale o preço

Pedro Cosme Costa Vieira

5 comentários:

hynek disse...

editar o livro é um bom caminho para proporcionar matéria para pensar à muita gente (que estiver disposta a ler e analisar pontos de vista diferentes dos oficialmente apresentados nos noticiários) e tentar alterar as mentalidades rígidas que nos levaram a esta realidade. Quanto mais vender = mais probabilidades de influenciar o futuro do País para melhor. Parabéns o Obrigado.

Ricardo Gonçalves disse...

Sr. Professor Pedro Cosme para que data está previsto o lançamento do livro?
Já agora parabéns pela iniciativa, é um orgulho ser aluno de uma instituição com Professores da sua craveira.

Económico-Financeiro disse...

Estimado Ricardo,
O meu amigo RV disse que comprou hoje na FNAC.
Um abraço,
pc

Ricardo Gonçalves disse...

Muito obrigado pela informação. Vou o mais rapido possível comprar o livro

Carlos disse...

Está efetivamente à venda na FNAC. Pelo que li, parece-me realista, e provavelmente percursor no que vamos ter pela frente!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code