segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

A Russia e o Brasil. Quem terá maior potencial?

Não tenho dúvida que a China será uma grande potência.
Se a inevitável democratização da China for um processo razoavelmente tranquilo então, por volta de 2040, algumas províncias da China serão países independentes, talvez as 10 mais interiores e pobres estando a China reduzida a 25% da sua dimensão actual concentrando-se na zona costeira (ver Fig. 1).
A fragmentação de uma federação acontece quando existem regiões que têm um desenvolvimento muito diferentes da média do país. Como as regiões mais ricas não querem subsidiar as regiões mais pobres ou as mais pobres querem viver de subsídios, a união implode. Foi o que levou ao fim da União Soviética (a saída dos países bálticos), da Jugoslávia (a saída da Eslovénia e a Croácia) e que vai levar ao fim da Zona Euro (a saída da Alemanha).

Fig. 1 - Em 2040 a China será democrática, rica e muito menor (a zona a verde).

Em 2040 a China Costeira atingirá a fronteira tecnológica com um PIB per capita de 60000 dólares (preços de 2005) e será uma das duas superpotências mundiais (a outra será o "ocidente", USA + Europa).

Fig. 2 - Evolução do PIB pc da China (1980-2010, Banco Mundial; 2011-2040, minha previsão)

E qual será o futuro da Rússia e do Brasil?
Eu penso que é mais importante o bem-estar do individuo que a força do colectivo. Por exemplo, a Nigéria tem um PIB 8.6 vezes o do Luxemburgo mas a Nigéria é conhecida por Migéria porque é uma miséria viver lá. Isto porque o poder de compra de um luxemburguês é 36.5 vezes o poder de compra de um nigeriano (em paridade do poder de compra, fonte: Banco Mundial, 2010). A dimensão económica da Nigéria vem dos seus 150 milhões de pobres enquanto a pequenez do Luxemburgo deriva dos seus 500 mil ricos.
Temos que ver como tem sido o comportamento dos países em termos per capita.

A população.
Em 1980 o Brasil tinha 90% da população russa e em  2020 terá 150%. A população brasileira está a crescer rapidamente (1.6%/ano) enquanto que a população russa está estabilizada nos 140 milhões. Então, para o nível de vida se manter constante, o PIB do Brasil tem que crescer 1.6%/ano.

Fig. 3 - Evolução da população do Brasil e da Rússia (1980-2010, BM; 2020, minha previsão)

Como tem evoluído o PIB per capita.
Os países mais pobres têm tendência a crescer mais depressa: é o catching up. Como existe difusão da tecnologia dos países mais desenvolvidos para os menos desenvolvidos a preço de saldo (por exemplo, não seria possível haver computadores no meio de África se os custos de desenvolvimento não tivessem sido incorridos pelos países mais desenvolvidos), há uma tendência para que os países mais pobres cresçam mais depressa que os mais ricos.
Nos últimos 5 anos, a taxa de crescimento do PIBpc da Rússia (3.84%/ano) é superior mas quase idêntico à taxa de crescimento do Brasil (3.43%/ano). Isto é bom mas não é nada de extraordinário. Por exemplo, o Peru (+6.1%/ano) e a Argentina (+5.85%/ano) tiveram um crescimento muito superior ao Brasil e ninguém fala disso.
comparando com os países com um grau de desenvolvimento semelhante, como a Rússia (13890USD) tem um PIBpc maior que o Brasil (9405USD), a taxa de crescimento do Brasil está na média enquanto que a Rússia está significativamente acima (ver Fig. 4).

Fig. 4 - Comparação do crescimento do PIBpc do Brasil e da Rússia com os 20 países semelhantes (2006-2010, BM)

A Rússia foi muito penalizada com o desmoronar da URSS tendo reduzido o PIBpc para menos de 50% do nível dos anos 1980. No entanto, desde 1998 (o reinado Putin-Medvedev) tem recuperado rapidamente. Em média, nos últimos 12 anos o PIBpc russo tem crescido 5.65%/ano enquanto que o do Brasil se ficou pelos 2.15%/ano (que é muito bom).

Fig. 5 - Comparação do PIBpc do Brasil e da Rússia (1990-2010, BM)

E o futuro?
O futuro é muito difícil de prever.
Prevejo que a Rússia se vai tornar um país integralmente europeu. Como já perdeu a posição de super-potencia expansionista e a sua população de 140 milhões já está à escala dos países europeus (a Alemanha tem 80 milhões, a França, Itália e Reino Unido têm 60 milhões) com o tempo haverá uma quase integração na União Europeia.
Em comparação com o Brasil, a Rússia tem a vantagem da localização.

O investimento e a poupança.
No período 2000-2010 a formação líquida de capital na Rússia (11.6% do PIB) é bastante superior à do Brasil (6.1% do PIB) (ver Fig. 6).

Fig. 6 - Investimento líquido no Brasil e na Rússia (2000-2010, pp do PIB, BM)

Também existe uma diferença significativa no facto de na Rússia esse investimento ser feito com poupança interna (e ainda fazem investimento no exterior) enquanto que no Brasil é feito com financiamento externo (ver Fig. 7).
O financiamento externo parece interessante mas, a prazo, o pagamento de juros e dividendos faz diminuir o nível de vida da população.

Fig. 7 - Poupança líquida no Brasil e na Rússia (2000-2010, pp do PIB, Banco Mundial)

E as previsões do FMI para 2015?
Dão para a Rússia (+4.46%/ano) uma taxa de crescimento do PIBpc superior ao do Brasil (+3,44%/ano).
Se esta taxa de crescimento se mantiver, lá para 2040 (quando a China vai atingir a fronteira tecnológica com um PIBpc de 60000USD), a Rússia estará nos 75% (45000USD) e o Brasil nos 40% (25000USD) da fronteira tecnológica.

Concluindo.
O facto da Rússia ter mais poupança interna, ter as contas externas (a balança corrente) positivas (e o Brasil negativa), ter mais investimento, ter uma população mais escolarizada e ser um país europeu indica-me uma vantagem relativamente ao Brasil.
A Rússia exporta 6 milhões de barris de petróleo por dia. A 100USD/barril são 220 mil milhões USD/ano (10% do PIB). O Brasil ainda não exporta nada.
Mas a minha bola de cristal está um pouco embaciada.

Fig. 8 - É dífícil prever se, em 2040, esta criança vai ser uma caloteira como o Sócrates.

Pedro Cosme Costa Vieira

3 comentários:

andreibarça disse...

Valeu Pedro por fazer esse post,estava esperando essas comparações,Daqui 10 anos você acha que o Brasil vai ser mais pobre que hoje,visto que o pais esta bem endividado?

iurikorolev disse...

Caros Srs
Segundo o paper 204 do Goldman Sachs, feito pela equipe de Jim ONeill, em 2030 os números de PIB serão os seguintes (US dolars) :

China 31.731 (1a economia)
Brasil 5.862 (4a economia)
Japão 5.852 (5a economia)
Russia 4.730 (6a economia)

Neste paper também há dados de PIB per capita.

Abraços fraternais de além-mar.

iurikorolev disse...

Caros Srs

1) Este dado apontado de PIB per capita de 60 mil dolares para a China em 2040 está completamente discrepante e contraria o paper 204 do Goldman Sachs, feito pela equipe de Jim ONeill.
(ver pagina 10 do mesmo).

2) Discordo quando diz que a Rússia tem a vantagem da localização em relação ao Brasil. A Russia tem metade do território dentro do circulo polar Ártico e está perto de um continente decadente.

3)Andrei Barça
O endividamento de voces é brutalmente superior ao do Brasil.
Portanto daqui a 10 anos o Brasil estará melhor e voces piores.

Saudações fraternais

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code