quarta-feira, 17 de julho de 2013

O que teria Cavaco no sótão quando pediu o acordo a 3?

Estará o Cavaco doente?

Ouvi muitos comentários nos media mas nenhum conseguiu encontrar lógica à decisão do Cavaco de pedir um acordo entre PSD, PS e CDS com a condição de haver eleições "depois de Julho de 2014". 
Falam muito da instabilidade que resultou da demissão do Portas e de haver dúvida de que isso não volte a acontecer. Mas se, de forma unânime (na comunicação social), o governo está a fazer um péssimo trabalho então, o governo estar em crise deveria ser muito positivo para a economia.
A única hipótese parece ser o Cavaco estar em perda. O caminhar hirto e robótico, a  manteiga nos cantos da boca (desidratação), o olhar morto e a expressão facial exagerada permitem-se avançar com a teoria de que o Cavaco está alzheimado.

Fig. 1 - O Cavaco vai fundir antes do fim do mandato

Mas haverá alguma lógica no pedido?
Primeiro, temos que ver o que o governo estava obrigado a fazer.

Em 2011 Portugal bancarrotou.
Desde o tempo do Guterres que a estratégia de governação foi o endividamento massivo. Esse endividamento foi o que manteve o Sócrates no poder mas, em princípios de 2011, deixou de haver quem emprestasse mais dinheiro ao nosso país. Em 6 meses (entre Agosto2010 e Março 2011) a taxa de juro a 10 anos subiu de 5%/ano para 7.5%/ano o que fez a divida pública tornar-se insustentável (A esta taxa, os encargos reais da divida pública aumentariam de 6MM€/ano para 11MM€/ano).

A Zona Euro e o FMI vieram em nosso socorro.
Se fossemos um país normal, teríamos que ajustar rapidamente a despesa pública às receitas do Estado o que implicaria um mix de redução de despesa e aumento de impostos. Como em 2009/2010 a despesa pública foi 20% superior à receita pública (17 MM€), por causa do multiplicador do défice no PIB, seria preciso aumentar as receitas (dos impostos) em 15% e reduzir a despesa pública em 15% (uma divisão 50:50). 
Como as pessoas de menores rendimentos não podem ser carregadas com impostos e cortes como as pessoas mais favorecidas, seria preciso cortar 30% nos salários públicos e pensões acima da média e aumentar efectivamente os impostos (e não apenas as taxas de imposto).

Mas o Sócrates assinou o Memorando de Entendimento.
Para acedermos a mais de 110 MM€ a taxa de juro muito baixa, Portugal teve que se comprometer a tomar certas medidas. Portugal foi representado nessa negociação pelo Sócrates que assinou um Memorando de Entendimento em que comprometeu Portugal a cortar o défice público de 17000 M€ para 4521MM€ no período 2011-2014 (ponto 1.33).
Foi o Sócrates que assinou isso apesar, sabe-se hoje, não ter lido porque o texto estava em inglês e ele fez essa cadeira num Domingo, numa conversa no Bar.

O que o Sócrates assinou.
Que a redução do défice de 17000 M€ para 4521MM€ seria 2/3 do lado da redução da despesa e 1/3 do lado do aumento dos impostos. Então, o corte na despesa pública terá que ser de 8300M€.
Foi o Sócrates que assinou isso mas sabe que o nosso povinho, por ser ignorante, não vai ler o que ele assinou.

Em particular, o Sócrates assinou que
Em 2012.
Entre os pontos 1.7 e 1.17 o Sócrates comprometeu-se a cortar 3190 M€ na despesa pública e, entre os pontos 1.19 e 1.25, aumentar os impostos em 1535M€.
Em 2013
Entre os pontos 1.29 e 1.30 o Sócrates comprometeu-se a cortar mais 2200 M€ na despesa pública e, entre os pontos 1.31 e 1.32, aumentar os impostos em mais 775M€

Como os do PS conseguem ter lata.
De fazer de conta que não foram eles que assinaram o Memorando de Entendimento.
Sabendo que ninguém o lê, repetem sem descanso que os cortes são da responsabilidade do Passos Coelho.
É a demagogia politica no seu mais alto grau.

Vamos ao Gasparzinho.
O Gasparzinho entrou no governo pela mão do Cavaco. Lentamente lá foi fazendo o que podia mas, dos 8300 M€ de cortes assumidos pelo Sócrates, ainda é precisava cortar 4700M€.
Mas o Gasparzinho chegou à conclusão que o Passos estava a entrar em campanha eleitoral pelo que tal missão era impossível. Como não era pessoa para fazer figura de zombi, demitiu-se.

Qual o impacto da sua demissão?
Foi a tradução de que não temos povo para cumprir o Memorando pelo que o ajustamento vai ser à bruta.
Se atendermos ao dia da demissão do Gasparzinho (15 de Maio), a taxa de juro começou logo a subir rapidamente.


Fig. 2 - Evolução das taxas de juros a 10Y desde que o Gasparzinho se demitiu (fonte: investing.com)

Os media fazem as contas do impacto da demissão a partir do dia em que o comum dos mortais ficou a sabe (1/7) mas o seu impacto começou-se a sentir quase imediato (fugas de informação, boatos e inside trading).

O Cavaco ficou preocupado.
O Cavaco quando foi primeiro ministro quis endireitar o país avançando contra tudo e contra todos ("Deixem-me trabalhar"). Então, quer que o Passos Coelho avance contra as sondagens.
Quando o Gasparzinho disse que não conseguia fazer mais nada porque o governo entrou em modo "santana lopes", o Cavaco teve que desempatar a coisa.
Agora o passos tem duas hipóteses.
H1. Compromete-se e  faz alguma coisa que se veja.
H2. Vai borda fora e o PS avança para dar cumprimento ao Memorando que assinou.


Fig. 3 - O governo está a precisar de uma vitaminazinha


E se não houver acordo?
Naturalmente que há as duas hipóteses se matêm na mesa.
O Cavaco vai falar ao país começando o seu discurso com

Portugueses.
Em 2011 Portugal ficou sem acesso aos mercados. Para conseguirmos financiamento para as funções básicas do Estado, Sócrates assumiu  no Memorando de Entendimento que Portugal iria cortar 8300M€ na despesa pública e aumentar os impostos em 4150M€. Se isto não fosse feito, Portugal entraria em bancarrota o que teria um tremendo impacto negativo no bem-estar das pessoas.
Acontece que decorridos apenas 2 anos, o PS vendo o desencanto da população, nega demagogicamente que tenha assinado tal documento o que está degradar o apoio da população às medidas previstas no Memorando.

H1 - O Cavaco reforça o apoio ao governo.
Portugueses.
O Governo de Passos Coelho atravessou um momento de desânimo mas, nos últimos dias, comprometeu-se comigo a avançar com os cortes de 4700M€ que faltam para implementar o acordado pelo PS no Memorando. Por isso, o governo vai avançar com toda a sua energia e terá o meu apoio sem reservas.
Apesar dos cortes na despesa pública e o aumento dos impostos ter um impacto negativo na vida das pessoas, peço ao povo português que as aceite com estoicismo pois, olhando para a Grécia que já teve uma contração do PIB de mais de 25%, garanto que a alternativa, a bancarrota descontrolada, terá um impacto muito mais negativo.

H2 - O Cavaco marca eleições.
Portugueses.
O Governo de Passos Coelho não tem apoio politico dentro e fora da maioria que o apoia para avançar com os cortes necessários para dar cumprimento ao acordado no Memorando. Como a inercia nos vai atirar para a bancarrota descontrolada, é necessário dar a voz ao povo para saber se queremos a bancarrota descontrolada ou continuar a dar cumprimento ao Memorando de Entendimento negociado em 2011 pelo PS.
Apesar de dar todo o meu apoio à decisão que o povo português tomar, olhando para a Grécia que já teve uma contracção do PIB de mais de 25%, garanto que a alternativa ao cumprimento do Memorando (a bancarrota descontrolada), terá um impacto muito mais negativo nas nossas vidas.
Nossa Senhora de Fátima vos ajude a tomar a melhor decisão.


Fig. 4 - Entretanto, o Gasparzinho foi fotografado a fazer uma praiazinha! Está mais gordinho e deixou crescer o cabelo.

Pedro Cosme Costa Vieira

1 comentários:

Vivendi disse...

O Gasparzinho entrou no governo pela mão não do Cavaco mas da troika. Esta é a verdade. E poucos perceberam a importância do seu papel. Foi uma pena que ele não tivesse tido força para ter cortado no início na despesa. Mas depois de Salazar foi a melhor coisa que apareceu para gerir as finanças.

Enquanto os portugueses não perceberem que a despesa do estado tem de se equilibrar com a receita (e quanto menos impostos melhor) o país não tem conserto.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code