quarta-feira, 6 de maio de 2015

O Jogo dos afogados

Como anda muita gente preocupada com os afogados. 

Isto é um problema de interacção estratégica que tem que ser estudado usando a Teoria dos Jogos.

O meu amigo disse-me para em meter o pay-off do jogo.
Então, aqui vai (considerei que no país de origem há a probabilidade de 0,1% de as pessoas morrerem e que o Pay-off de virem para a Europa escapando é 4 vezes o pay-off de ficarem na sua terra se vivos):


No jogo quem afoga ou não as pessoas é a Natureza (e não eu). 
Podemos concluir que, no Cenário 1 em que a probabilidade de morrer afogado é pequena (no caso, 1%) as pessoas tentam a travessia na qual morrem 1%.
No Cenário 2, como a probabilidade de morrer afogado é grande (no caso, 10%) as pessoas não tentam a travessia pelo que não morre ninguém.
Por isso é que as pessoas só tentam atravessar quando o mar está bom (o Cenário 1).
Sob o pressuposto de "credibilidade da política de afundamentos", se fosse anunciado que todos os barcos seriam afogados e mortos a tiro todos os que escapassem não seria preciso matar ninguém e mais ninguém se afogaria (porque mais ninguém tentaria a travessia).

"Estranhamente", na WWII.
Se consultarem as estatísticas sobre os judeus assassinados pelo Hitler no período 1932-1945, verão que, estranhamente, poucos judeus alemães morreram. Em 1946 viviam mesmo mais judeus na Alemanha do que viviam em 1930. 
É que, conhecendo os Judeus a sociedade alemã dos anos 1930, puseram-se em segurança (fugiram).

A Teoria dos Jogos é importantíssima na Economia.
Mas não é fácil de compreender. Se o Louçã não a compreende, um dos génios mais brilhantes da Esquerda Portuguesa do Pós-Estalinismo, imaginem o comum dos mortais.
Mas vou dar um exemplo da dinâmica estratégica muito conhecida.

A marcação do penalti.
1 => Para não haver o perigo de a bola fugir, o óptimo é o atacante rematar para o meio da baliza.
2 => Se o atacante adoptar a estratégia óptima em 1, o óptimo será o guarda-redes ficar parado no centro da baliza pelo que a bola não entrará (a estratégia 1 deixa de ser óptima).
3 => Se o guarda-redes adoptar a estratégia óptima em 2, o óptimo será o atacante atirar para um dos lado, esquerdo ou direito.
4 => Agora, o óptimo é o guarda redes atirar-se para um dos lados passando a ter 50% de probabilidade de defender (se acertar no lado)
5 => Atirando-se para um dos lados (a estratégia óptima em 4), o óptimo do atacante volta a ser rematar para o meio da baliza.
6 => O óptimo passa a ser o guarda redes fazer um sorteio interior no qual em 1/3 das vezes se atira para a direita, 1/3 das vezes fica no meio e 1/3 das vezes se atira para a esquerda.
7 => O óptimo do atacante é mandar a bola para um sítio qualquer ficando com 1/3 de probabilidade de marcar golo. Se o atacante mandar rente ao ferro, a probabilidade de não ser defendida aumenta mas aumenta também a probabilidade de a bola sair fora.
(Agora Louçã, provavelmente ficaste a compreender porque há quem atire a bola para fora quando a baliza é tão grande).

No Mediterrâneo é igual.
Os governantes australianos (que não são nada racistas pois isso é um problema só meu) pegam nos desgraçados que dão à costa e enviam-nos para a Papuásia.
Como esta política é credível, já ninguém tenta chegar à Austrália, tendo deixado de haver afogados (e deslocações para a Papuásia).

Eu não sou nada racista. 
Gosto mesmo tanto da pi...talhada da Papuásia que mando para lá a outra pi...talhada que nos dá à costa, com viagem e estadia por conta do governo australiano de Sua Majestade.

Pedro Cosme Vieira

7 comentários:

Unknown disse...

Mas alguem me explicao COMO é que esta gentalha toda chegando as costas europeias não é IMEDIATAMENTE REPATRIADA e a factura da operação apresentada aos respectivos governos de origem ?

José José disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José José disse...

Engraçado mesmo era os marxistas e os pseudo humoristas explicarem que critérios foram seguidos para determinar quem poderia manter a nacionalidade portuguesa nas ex-colónias a seguir ao 25 de Abril.
Mas esse é um tipo de racismo bom...
Ou será que algum dos críticos, para dar o exemplo e sem nós sabermos, está a dar abrigo em sua casa e a sustentar meia dúzia de candidatos a emigrantes?
Enfim caro Cosme Vieira como disse o grande Mourinho: «The dogs bark and the caravan goes by».
;-

Telmo Almeida disse...

Estamos a falar de países extremamente pobres de África, a passagem custa 7.000€, pelo que ouvi nas noticias. ?

Ricciardi disse...

A esperança, meu caro, a esperança. A esperança de sobreviver apesar da probabilidade. O medo, meu caro, o medo. O medo de morrer e ver os filhos morrerem sem tentar a travessia. A fome, meu caro, a fome. Sem ela elaboramos teorias dos jogos, com ela entramos no jogo.

Tiago disse...

Post muito bom, a explicar de forma simples a Teoria dos Jogos.
No entanto, parecem faltar algumas variáveis ao jogo, que são bem lembradas pelo comentador Ricciardi.

E, bem, o ser humano não é totalmente racional e acaba muitas vezes por tomar decisões que não lhe são favoráveis pelo facto de lho parecerem ou por desespero.

Emanuel Marques disse...

Acompanho este blog há alguns anos. Apesar de não concordar com tudo o que é dito nele, concordo muito menos quando ouço a lenga-lenga dos atuais e passados politicos. Este blog tem a coragem de procurar demonstrar, por numeros, o que tem sido feito erradamente. Coisa que é raro ver-se, infelizmente, nos politicos. Sempre pensei que a politica, mais cedo ou mais tarde, tomando contato com a demonstração dos numeros apresentados neste blog, os chamasse e procurasse contraria-los ou divulgá-los. Penso que isso é que seria importante para o País, discutir a nossa situação (com numeros). Mas não, a "politica" toma conhecimento deste blog, e os numeros são esquecidos....e o que é noticia, são referências a "racismo", que quero acreditar ninguém o é.
Hoje gostaria de ter lido no CM, não a noticia que li....mas a noticia dos numeros que o Dr Pedro aqui tem divulgado.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code