domingo, 8 de novembro de 2015

Se hoje fossem as eleições o PàF teria 117 deputados

Em 4 de Outuvro de 2015.
O PSD+PP elegeram 107 deputados e o PS 86 deputados  num total de 230 deputados.
Em termos de votos, PSD+PP tiveram 38,57% e o PS 32,31% dos votos expressos.

E quanto teriam o PSD´PP e o PS hoje, dia 8 de Novembro de 2015?

Sei que pelo menos uma pessoa, a SBF, votou o PS mas que hoje, depois de tentar o acordo à esquerda, só trata o Costa por Parvalhão. Mas uma pessoa não serve para eu estimar os resultados eleitorais se fossem hoje as eleições. Então, tenho que ir buscar as sondagens que estão na comunicação social.

As sondagens da Eurosondagem.
No dia 23/09/2015, a Eurosondagem dizia que o PàF obteria 35,5% e o PS 36,0% mas os resultados foram estatísticamente muito diferentes e incompatíveis com os resultados apresentados pela Eurosondagem de 23/09.

As outras sondagens no dia 23 de Setembro e os resultados finais.
Eurosondagem => PàF 35,5% e PS 36,0%.
Intercampus   => PàF 38,4% e PS 34,1%.
Católica => PàF 40,0% e PS 35,0%.

A metodologia da Eurosongagem não é cêntrica
Se acrescentarmos que passados apenas 12 dias depois se veio a concretizar
PàF 38,57% e PS 35,0%, a metodologia da Eurosongame tem um erro de concepção que será preciso corrigir.

PàF => correcção de 38,57% - 35,5% = 3,02%
PS => correcção de 32,31% - 36,9% = -4,59%

Vamos então às sondagens actuais.
No dia 11/09/2015, a Eurosondagem dizia que o PàF obteria 41,0% e o PS 32,50%, concluindo que "parece não ser afectado pelas negociações com BE e PCP".
Mas este valor tem que ser corrigido pelo enviesamento À esquerda da Eurosondagem.

Termos então
PàF => 41,0% +  3,02% = 44,02%
PS => 32,5% - 4,59% = 27,91%

E qual seria a distribuição de deputados.
A melhor previsão usando dados das legislaturas passadas, será que o número de deputados é dado por
PErcentagem * 285,5 - 8,5
Então, se as eleições fossem hoje, teríamos os seguintes resultados
PàF => 44,02%*285,5-8,5 =117 deputados (mais 10 deputados)
PS => 32,5%*285,5-8,5 = 71 deputados (menos 15 deputados)

Relação entre votos e deputados nas legislativas

O PS, em vez de se associar à esquerda, deveria pedir uma alteração da Constituição.
O PS tem medo de que nunca mais venha a ter, contra o PSD+PP coligado, uma vitória eleitoral que lhe permita governar por causa do BE e do PCP.
Mas, o melhor, seria forçar um acordo de governo com o PSD+PP em que seria introduzida na Constituição um bonus de 23 deputados (10%) para o aprtido vencedor.
Assim, rebentava com a ameaça que sente à sua esquerda, do BE e com o PCP.

Pedro Cosme Vieira

3 comentários:

RIC disse...

caro professor vou falar em topicos para nao me alongar.
li outrora algures que se uma explicaçao nao for suficientemente esclarecedora deve prevalecer o bom senso.dito isto, num mail trocado com o caro professor á uns tempos disse-me como ja foi afirmado pelo mao tse tung que a politica é:"uma guerra onde nao e derramado sangue".
o derramento de sangue É uma coisa abominavel e sinonimo de um comportamento inqualificavel para uma raça que se diz inteligente .
com toda a informaçao gratuita disponibilizada nos dias de hoje pelos diversos meios é,aos meus olhos surreal que o melhor que se consiga em substituiçao da guerra (no verdadeiro sentido da palavra )seja esta "cena", que nao merece outro nome que se verifica no nosso pais.
ainda mais surreal sao os mais diversos discursos proferidos por politicos ,comunicaçao social ,comentadores de toda a especie e aparentemente pelo proprio professor.
parece que culturalmente ha uma especie de corrente de pensamento alimentada directamente ou indirectamente por toda a populaçao portuguesa mas promovida pelos politicos e comunicaçao social que alimenta constantemente este teatro decadente interminavel sobre a politica, a opiniao sobre politica e o comentario politico .
o que me deixa perplexo a pensar."MAS AFINAL O QUE PRETENDE ESTA GENTE PRO PAIS?É ISTO O PATRIOTISMO?VENDERAM A ALMA AO DIABO OS POLITICOS?OS DEMAIS VEEM A GOVERNAÇAO COMO UMA RIVALIDADE SEMELHANTE AO FUTEBOL?DE QUE SERVE TODA ESTA ENCENAÇAO SE A VERDADEIRA MOTIVAÇAO NAO E RESOLVER COISA NENHUMA?FOI TOMADO O PAIS ?,POR QUEM?
a pouco tempo fez contas de qt nos custaria sair do euro e pelo que afirmou nao seria mais penoso do que ja é .assim sendo nao seria melhor o fazer ?nao estariamos melhor a seguir o exemplo da islandia?
perdoe-me o desabafo mas simplesmente ja nao tenho paciencia para discurso de entretenimento ,parece que tudo se resume a conversas de cafe e dialogos para expressar as diferentes opinioes que nao levam a lado nenhum.
cada vez mais percebo o sr churchill qd opinava sobre o sistema de governaçao conhecido por democracia .
a partir daqui neste cenario de demagogia constante e sede do poder (va-se la saber pq)entre as duas metades do mesmo zero (ps/psd) a unica coisa que me ocorre e um discurso hipotetico.

alguem disse:- "um dia fiquei sem nada. um mundo inteiro por descobrir"
eu disse:-"........................................................."
tu disseste:-"E quanto teriam o PSD´PP e o PS hoje, dia 8 de Novembro de 2015?
alguem disse:-"o que é que isso interessa?"
eu disse:-"nada..........."

deixo aqui um grafico da divida externa da ilha que esteve a venda no ebay que nao pagou a divida dos bancos e que prendeu bancarios e que..........deixou de ser noticia .

http://www.tradingeconomics.com/iceland/external-debt

"com vontade vai-se ao brasil de caravela....mas é preciso vontade"-ricardo mendes
"Give me control of a nation's money and I care not who makes it's laws" — Mayer Amschel Bauer Rothschild
caro professor cá pra nos ........é elementar .nao é?

Jorge Gaspar disse...

Pedro, se eu abrir conta num banco estrangeiro, por exemplo o Deutsche bank, o dinheiro fica protegido se houver controlo de capitais, ou algum tipo de confisco? Ou seja, em termos práticos ou em termos legais, o dinheiro fica em Portugal ou na Alemanha?

Económico-Financeiro disse...

Estimado Jorge Gaspar,
Um banco estrangeiro com balcões em Portugal, de facto é um banco português. Por isso, os depositos no "Deutsche Bank - Portugal" são iguais aos depositos no Montepio ou no Millenium.
Outra coisa é ir à alemanha, abrir uma conta no "Deutsche Bank - Alemanha" como "não residente". Nesse caso, aplica-se a lei alemã com o "problema" de poder haver comunicação entre as "máquinas fiscais". Por exemplo, o Luxemburgo "costumava" (ou costuma?) esconder essa informação da máquina fiscal de residencia do depositante para, assim, captar depositos de não residentes. E o "BES-Suiça" também fazia dessas coisas.
Um abraço,
pc

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code