quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Afinal, Sampaio da Nóvoa não é licenciado!

A comunicação social criticou muito a licenciatura do Miguel Relvas.
Dizem que houve uma exagerada "creditação das competências académicas e profissionais" em cadeiras, equivalências a artigos de jornal e outras coisas estranhas mas, no fim, foi passado um papel a dizer "Licenciado".
O caso do Professor Doutor António Sampaio da Nóvoa é muito mais estranho pois nem sequer existe qualquer papel a dizer que o homem chegou a frequentar com aproveitamento uma licenciatura.

Onde é que estará a licenciatura do Nóvoa?

O que diz o curriculum no facebook (ver).
É tal e qual o curriculo de Jesus Cristo. Nasceu e viveu até aos 30 anos sem que ninguém lhe conheça o que andou a fazer. De repente, em 1986, aparece doutorado e entrando com este papel na carreira universitária sem que nunca lhe fosse conhecida a licenciatura.
Sobre esses 30 anos da sua vida diz apenas "Historiador de educação, António Nóvoa tem formação em Pedagogia (Ciências da educação) e em História Moderna e Contemporânea, na Universidade de Genéve e na Universidade de Paris IV Sorbonne.
Será que o que deveria ser uma licenciatura é "formação"?

Mas afinal há mais no site pessoal (ver)
Agora já não fala da formação na Universidade de Paris IV Sorbonne. nem fala de ser Historiador de educação. Fala de ser estudante/futebolista "chega à Universidade de Coimbra em 1971, com 16 anos, um ordenado de Juvenil e uma matrícula em Matemática"
Esteve matriculado em Matemática mas não fez cadeira nenhuma porque "partilha o tempo entre o futebol da Académica e os palcos do Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra"
Interessante referir que, em 1973, "deixa os relvados de Coimbra trocando-os pela Escola de Teatro do Conservatório Nacional" sem referir a Universidade de Coimbra!

Como pode ter dado aulas sem ser licenciado?
Mesmo sem referir qualquer licenciatura, aparece em 1977 como docente do politécnico, "de 1977 a 1979, Sampaio da Nóvoa dá aulas no Magistério Primário de Aveiro e reconhece a importância do futuro na escola e nos professores."

 Não mais refere a "formação na Universidade de Paris IV Sorbonne".
 "Com 25 anos, parte num Fiat 127 com destino à Europa. Tem alguns contactos em Bruxelas, mas acaba por ficar na Suíça. Depois de diplomado em Ciências da Educação pela Universidade de Genebra, é convidado para prosseguir estudos de doutoramento, ao mesmo tempo que dá aulas. Defenderá a sua tese em 1986, sobre a história dos professores em Portugal."
Fala que foi com 25 anos, o que daria 1976 até porque também diz que esteve até 1976 em Lisboa no Teatro mas, passado apenas um ano, já está a dar aulas em Aveiro!
 
Afinal refere, Paris serviu para fazer um segundo doutoramento!
Não foi a licenciatura porque só aparece em Paris já em 1996, ano em que passa a Catedrático em Lisboa, mas para concluir um segundo doutoramento sem nunca referir quando o começou. Digamos que a criança nasceu sem a mãe alguma vez ter estado grávida.
"Em 2006, completa um segundo doutoramento, na Universidade de Paris IV- Sorbonne, em História Moderna e Contemporânea."
E quem foi o orientador dos seus doutoramentos? E qual foi o título? E onde estão depositadas estas teses para poderem ser consultadas e lidas? 
Nada é dito.

A licenciatura do Novoa foi um  conjunto de equívocos.
Penso eu que interpreto a informação da forma seguinte:
Andou na escola primária, depois no liceu e, com isto, somou 11 anos de escolaridade.
Depois, andou matriculado em Matemática sem fazer nada e frequentou a Escola de Teatro do Conservatório Nacional durante 4 anos mas sem obter qualquer grau académico porque essa escola e demais conservatórios não davam nada, nem sequer o bacharelato.

Em 1976, com 25 anos, sendo filho de pais ricos, pegaram no menino e mandaram-no para Geneve para ver se dava um rumo à vida louca.
Lá partiu o doidivana com a carteira recheada e, chegando à Suiça, disse "eu tenho dinheiro para pagar as propinas e já tenho 15 anos de escolaridade, estão aqui os meus diplomas, sendo que 4 anos são de ensino pós-secundário."

Na Suiça não faziam ideia do que era a Escola de Teatro do Conservatório Nacional pelo que deram equivalência a umas coisas e umas validações a outras e deram-lhe, ao fim de uns meses, um "diploma em ciências da educação."

Chegando cá, mostrou esse diploma e, como nesse tempo o país estava dominado pela desordem, deram-lhe uma espécie de equivalência a uma licenciatura. Nesse tempo (e penso que nem agora) em Portugal não existia uma licenciatura em ciências da educação!

Depois, apareceu com um doutoramento, no tempo em que ninguém tinha doutoramento, e já ninguém mais lhe perguntou pela licenciatura.

O Novoa veio dizer hoje (21Jan) que é licenciado em Ciencias da Educação em 1984 (ver).
Que fez um "diploma" em 2 anos em Geneve, Suiça e que isso lhe deu equivalência a uma licenciatura em Ciencias da Educação na Universidade de Aveiro.
O problema é que fui à Universidade de Aveiro e essa licenciatura não existe (ver)!
Depois, pensando "OK, fui um cusro que existiu e que já acabou" fiz uma pesquisa no Google Licenciatura + "Ciencias da Educação" + Aveiro e não há uma única pessoa no mundo que diga no seu curriculo ser licenciada nisto.
Estranho, haver uma licenciatura com apenas um licenciado e logo por equivalencia de um curso de 2 anos.
Mas há muitas mais coisas estranhas no Mundo como, por exemplo, haver extraterrestres no meio de nós e ninguém os conseguir ver.

Reparemos bem no dicploma dos tais estudos avançados. Diz lá mesmo que é uma pos-graduação complementar da licenciatura que o Nóvoa nbão tinha mas disse que tinha em Teatro ou outra coisa qualquer que não era verdade.


Eo que é o Diplome de Études Advancees?
É um mestrado e, por isso, é que durou 2 anos (ver).
Eu, por exemplo, tenho um mestrado em economia, um doutoramento e a agregação mas não sou nem poderei ser licenciado em economia sem realizar um curso de licenciatura.

É que com o meu pai aconteceu o mesmo!
Andou muitos anos no seminário maior da diocese do Porto e, quando concluiu esses estudos secundários, foi mandado para casa "à espera de ser chamado por Deus". Ia todos os dias ajudar o padre da terra na missa e os meses foram passando. Como um tio dele era uma padre muito famoso (o Padre Manuel Alves Correia), foi às falas com o Sr. Bispo do Porto (Agostinho de Jesus e Sousa, 1942-1952) que lhe disse "vais estudar para a Universidade Pontifícia de Salamanca e, quando tiveres o curso, vens cá que eu ordeno-te padre."
O problema é que D. Agostinho, no entretanto, morreu e o bispo seguinte, o D. António, disse "Não"

Mas agora vamos ao que interessa. 
Os estudos no seminário em Portugal não eram equivalente aos estudos nos liceus. Assim, tecnicamente, o meu pai tinha a 4.a classe. Mas chegando a Espanha, os estudos dos seminários serviram como equivalentes aos estudos liceais.  
Frequentando então, com aprovação, o curso em filosofia em Salamanca, mas que em Portugal de nada valia porque, por um lado, não tinha o secundário,  por outro lado, as universidades estrangeiras não eram reconhecidas cá e, finalmente, o curso só tinha a duração de 3 anos (e cá, eram 4). 

Em 1976 a nossa vida estava muito, muito dificil.
Então, a minha mãe foi a Lisboa para "resolver a nossa vida". Andamos de um lado para o outro, a é e nos autocarros sem bilhete (entravamos pela porta de trás), e acabamos no Ministério da Educação (era ministro o Souto Maior Cardia) onde a minha mãe usou de tudo na tentativa de tocar o coração de alguém. 
Eu também fui para ajudar (tinha 10 anos) e que, por causa do cansaço da viagem de comboio que tinha durado mais de 10 horas e por outras horas infinitas a andar a pé e a fugir do pica, só dizia "vamos emboia" e "tenho fome". 
Falou com este e com aquele, de Pilatos passava-mos para Caifás e eu sempre a dizer "Vamos emboia" até que apareceu um senhor que disse  "A senhora garante sob juramento de que o seu marido fez mesmo uma licenciatura em Espanha?"
A minha mãe viu ali mesmo a luz da Nossa Senhora de Fátima "Que este meu filhinho morra aqui mesmo à nossa vista se o que eu afirmo não for verdade, juro por minha honra e pela saúde dos meus de que o meu marido fez a licenciatura em Espanha com a classificação de Provato."
-Então, não se preocupe mais que isto já está resolvido, dentro de dias vai receber o despacho em casa.
Realmente, passados uns dias chegou a nossa casa um despacho do ministério a dar "equivalência ao grau de licenciado em filosofia com a média final de 10 valores".
O problema é que, para "agradecer este milagre da Nossa Senhora", fui obrigado a ir todos de manhã todos os dias à missa e a rezar o terço antes de deitar "para toda a vida" e aminha mãe foi duas vezes a Fátima a pé (tinha prometido "ir e vir"). O bom é que "para toda a vida" não durou assim tantos anos.
Com esse documento, o meu pai tornou-se professor, efectivou-se quando tinha 62 anos e acabou por, aos 70 anos, se reformar "por inteiro".


Sou diplomada pela Universidade de Genéve.
Tem a minha equivalência!

E como estão as contas do Orçamento de Estado?
O Costa veio hoje dizer que era esta semana. Que desta é que não passava.
O problema é que, quando o Passos Coelho começou a fazer o planeamento do OE2016, a comissão europeia obrigou-o a reduzir o défice em 0,9pp relativamente a 2015.
Depois, veio dizer ao Costa que poderia resvalar um bocadinho mas que tinha que ficar em 0,6pp.
Hoje houve uma fuga de informação em que a comissão dizze que "o défice em 2015foi de 3,1% pelo que em 2016 não pose passar de 2.5% do PIB."

O que eu soube da UTAO!
Apesar de estar aqui perdido, há almas caridosas que me fazem chegar informação.
Que mantendo tudo o que o Passos Coelho fez e disse que iria fazer para 2016, seria muito difícil atingir os 2,8% que o Costa anucia como a sua meta pelo que, "acabandpo com a austeridade" isso torna-se totalmente impossível.
Mas hoje o Cabral já veio dizer "Acabou a austeridade e começou a contenção"
E os esquerdistas a mandar recado (ver)

 Afinal, o novo caminho é apenas a mudança de uma palavra.

E o que acontece se o Costa não respeitar a imposição de Bruxelas?
Não sei mas, pelo menos, acrescenta risco o que faz com que a diferença entre a nossa taxa de juro e a taxa de juro alemã a 10 anos esteja a subir perigosamente. Desde princípos de Dezembro que já subiu 0,6 pp percentuais que, se fosse aplicada a toda a dívida pública, se traduziria numa despesa adicional em juros de 1400 milhões € por ano.
Começar uma guerra com a Comissão é 3/4 do caminho para termos que pedir novo resgate no prazo de apenas alguns meses.

 Evolução do Spread da dívida pública a 10 anos portuguesa relativamente à Alemã considerando o zero como o spread médio na semana das eleições de Outubro de 2015.

Transcrevi mais umas palavras trocadas entre o Costa e o Passos.
O PC e o BE já estão na televisão a falar em "por em causa o acordo."
Agora, já estou em condições de dizer o que o Passos Coelho respondeu ao Costa quando este ao seu gabinete pedir apoio para o OE2016.
- Onde está a tua garantia ao Cavaco de que o teu apoio à esquerda era sólido? Agora, tens que assumir as consequencias dessa tua má opção pois não faz qualquer sentido democrático o partido que ganhou as eleições suportar o governo do partido que perdeu as eleições. Por isso, demites-te agora e marcamos eleições para o próximo dia 5 de Junho. 
Mas, para não pensares que te estou a impor alguma coisa, ainda te dou duas hipoteses:
H1 - Manténs-te em gestão até que o governo saído das próximas eleições possa tomar posse.
H2 - Sais já e o Cavaco dá, amanhã mesmo, novamente posse ao governo que derrobaste juntamente com os esquerdistas.


Agora, amigo Costa, só tens que decidir se queres o tiro entre os olhos ou no coração.

10 comentários:

Económico-Financeiro disse...

Amigos,
É só para dizer que, actualmente, a Licenciatura em Ciências da Educação não existe na Universidade de Aveiro e que, fazendo uma pesquisa no Google, ninguém se afirma licenciado nisso!

domper disse...

É sempre bom ficar esclarecido. Obrigado por isso.
Quanto ao DOUTOR Nóvoa acho que segue e procura levar-nos pelo trilho dos últimos anos: VIGARICE e ROUBALHEIRA.

alda berenguel disse...

http://www.sampaiodanovoa.pt/2016/01/20/nota-a-proposito-das-noticias-e-boatos-sobre-a-minha-formacao-academica/

Carlos Querido disse...

Mas atenção que esta licenciatura existe. Pelo menos, em Coimbra.

Antonio disse...

De Coimbra para Aveiro nem é tão longe

Maria Santos disse...

pena que as pessoas sejam tão peremptórias a julgar os nóvoas deste mundo, e se preocupem tão pouco em ler nas entrelinhas.. especialmente quando a sua função é a de informar!
às vezes, não seria mal pensado fazermos uma pesquisa mais alargada... e quiçá, alargarmos também os nossos horizontes!
https://www.ua.pt/course/94

Económico-Financeiro disse...

Olá blablu,
Isso tudo é verdade e o Saramago era Prémio Nobel da Literatura, doutorado honoris causa em não sei quantas universidades de grande prestigio. E o Einstein foi a mente mais brilhante do Sec. XX, Prémio Nobel da Física, uma das 10 pessoas com maior impacto na humanidade.
No entanto, nenhum deles alguma vez disse ser licenciado.
E muitas mais pessoas são professores catedráticos em Literatura Portuguesa e em física um pouco por esse mundo fora!
Se o Nóvoa tivesse mesmo feito uma licenciatura, mostrava as cadeiras a que obteve aprovação, as classificações e os conteúdos programáticos, tudo material obrigatório num processo de equivalência de numa licenciatura. O problema é que isso não existe!
Mais, até poderia pedir uma certidão do requerimento em Genéve em que declara "não ser licenciado".
Aquilo de Géneva é apenas uma pós graduação que se faz em 3 mesitos pós-laboral pagando-se 10 mil €. Quais foram as diciplinas e a carga lectiva dessa diploma de estudos avançados? E se foi um mestrado, onde está a tese?
Isso é pior que o processo do Relvas mas, como é um esquerdista, passa tudo.
1ab,
pc

Económico-Financeiro disse...

Peço desculpa porque não sei o que aconteceu ao comentário que respondi acima.

"De blablu.
Santa mesquinhez. Tomara o Pedro Cosme Vieira ter um quarto da carreira academica de Sampaio da Novoa...ate sinto vergonha alheia, um professor mediocre da FEP, com uma carreira de investigacao praticamente nula, e ate praticamente nao citada (i.e. ignorada pela comunidade cientifica), a desdenhar de um academico brilhante que foi convidado como professor pela Columbia University e pela University os Wisconsin-Madison, convidado como investigador pela Oxford University e pela Universite Paris V, com centenas de publicacoes com elevado racio de citacoes por artigo na comparacao com o respectivo racio na sua area de investigacao...haja paciencia para tanta mesquinhez, se lhe doi o cotovelo ao ler aquele curriculum, trabalhe Pedro, trabalhe que nunca e' tarde para tentar chegar la.
"
Falta ainda dizer que, juntamente com o elenco das disciplinas que obteve aprovação, notas obtidas e conteudos programáticos, teria que juntar as horas de contacto.
Falta ainda dizer que o Jorge Jesus ou o Ronaldo não são licenciados em Desporto e existem professores catedráticos nisso que, em termos práticos, são zeros à esquerda.
Sendo o Nóvoa "especialista em educação" era de ter aproveitado a campanha para falar do fim dos exames na 4.a classe e no 6.º ano. Alguém o ouviu?
Falou de economia! de a austeridade ter destruido a economia portuguesa.
Daqui a nada, aparece doutorado em Economia e, com uma equivalência num sítio qualquer, licenciado nessa ciência.

But who am I to talk about it!

Eu acho-me verdadeiramente mediocre, isto é, médio e não pretendo ser nada mais do que médio.

Pensamento do dia - Na hora da morte, nunca ninguém disse "Arrependo-me de ter trabalhado pouco."

Unknown disse...

Apesar de tudo que aqui se refere e acreditando que é a verdade, como é possível comparar a pseudo licenciatura de Relvas com a formação de Sampaio da Nóvoa? É preciso muita cara de pau para dizer que ainda é pior...
O que pode ser pior que a licenciatura de Relvas???
Haja paciência...

Snowball disse...

A do Socras e a do Novoa... Ao menos o Relvas fez algumas cadeiras...

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code