quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Já temos um ano de governo esquerdista na Grécia

Dia 25 de Janeiro de 2015, o Tsipras tomou posse como primeiro ministro grego.

Nesse dia bateu o pé à Troika, começou a política de crescimento e emprego, restabeleceu o Estado Social e anulou tudo o que tinha sido destruído pelo neoliberalismo. Agora, passado um ano, está na hora de ver a conquistas do povo grego.

O Salário Mínimo Grego?
O Tsipras prometeu que subiria dos 586€/mês para os 751€/mês que vigoravam antes da Troika intervir (ver). Nem poderia ser de outra maneira pois era uma indignidade um grego trabalhar por menos que 751€/mês. Foi aprovada no Parlamento uma Lei a impor este aumento e hoje, decorridos 12 meses, o Salário Mínimo grego está nos, nos, nos, 586€/mês!

E a idade de reforma grega?
Prometeram que passariam para os 60 anos mas aumentou para os 67 anos (a nossa passou, já em 2016 com o Costa, para 66,17 anos).

E o Crescimento económico grego?
Em 2013 - 2014 a economia grega contraiu 0,5%/ano (crescimento negativo) e, em 2015, vai contrair 0,8%/ano (o Crescimento aumentou mas foi para baixo).
Por oposição, Portugal cresceu nos 3 anos de 2013 a 2015 uma média de 1,3% por ano (que compara com os -0,6 gregos).
Crescemos pouco, dizem o esquerdistas portugueses, mas foi apenas 1,8 pontos a mais do que cresceu a Grécia, 1,28%/ano - (- 0,56%/ano) = 1,83%/ano.

E a taxa de desemprego grego?
Desceu, de 25,9% para qualquer coisa próxima dos 24,0%, o que está totalmente em linha com o que se estava a verificar desde Jan 2013 (uma redução de 0,15 pp por mês).
Em Portugal o desemprego passou de 14,0% para 11,9%, uma redução ligeiramente maior, de 0,18pp/mês.

E as pessoas a trabalhar na Grécia?
O número de pessoas a trabalhar teve um  incremento ligeiro, passou de 3,60 milhões para 3,64 milhões mas em Portugal aumentou  um pouco mais, de 4,45 milhões para 4,50 milhões. Interessante notar que nós, com ligeiramente menos população, temos muito mais gente a trabalhar!

E a dívida pública Grega será que diminuiu com o esquerdistas?
Fechou 2014 nos 178,6% do PIB e 2015 nos 199,7% do PIB (ver)

Como pode alguém acreditar que os Costa+Centeno vão conseguir fazer diferente?
Vamos ver se consegue resolver este enigma.
O Tsipras+Varofaquis prometeram que juntado 1kg de farinha de trigo, 1/16 de um cubinho de levedura, um pouco de sal e 0,7 litros de água a 30ºc e amassando tudo muito bem, metendo depois a coisa num tabuleiro a crescer durante 2 ou 3 horas para , finalmente, meter no forno a 180ºC durante 60 minutos resultaria Leitão à Bairrada.
A Comissão Europeia fez isto tudo com muita fé no Tsipras mas, depois de tirar a coisa do forno, reparou que, em vez do Leitão à Bairrada, tinha Pão de trigo.

Agora vem a pergunta difícil.
O Costa+Centeno prometeram que juntado 1kg de farinha de trigo, 1/16 de um cubinho de levedura, um pouco de sal e 0,7 litros de água a 30ºc e amassando tudo muito bem, metendo depois a coisa num tabuleiro a crescer durante 2 ou 3 horas para , finalmente, meter no forno a 180ºC durante 60 minutos resultaria Leitão à Bairrada.
Agora, a Comissão Europeia acredita que vai sair do forno:
A) Cabrito assado   B) Leitão à Bairrada    C) Pão de trigo   D) Língua de vaca estufada com ervilhas

 Se estiver em dúvida, vai ter que esperar mais uns dias para saber o que o futuro nos reserva.


E o desemprego na França e na Itália...
O Sarkozy e o Berlusconi estavam a destruir emprego mas, desde que o Holland tomou posse em Maio de 2012, o desemprego francês está continuamente a aumentar e o Italiano, mesmo sem Berlusconi, vai no mesmo caminho (ver).

O socialistas franceses prometeram que o desemprego iria diminuir mas aumentou de 9,8% para 10,5% enquanto que na Alemanha reduziu de 5,4% para 4,7%.


0 comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code