quinta-feira, 17 de março de 2016

Onde para a pretalhada?

Claro que já ninguem se lembra mas,

há apenas uma ano, estavam a chegar mais de 1000 pessoas de pele escura por dia às costas da Itália e da Espanha, pessoas que vinham a fugir das guerras e misérias de África fosse no Corno de África (Eritreia, Somália, Etiópia, Sudão e Sudão do Sul) ou na África Ocidental (onde se inclui a "nossa" Guiné-Bissau). 
Pessoas que percorriam milhares de quilómetros a pé ou em camiões atravessando o deserto do Saara para poder entrar na Europa.
Como estavam a morrer pessoas afogadas, eu, na altura, avancei com alguma soluções possíveis mas nem foi preciso implementar nenhuma delas. Uns emissário foram a Marrocos, a Europa passou a pagar um manado de euros por cabeça retida, o Sissi tomou o poder no Egipto e, da noite para o dia, isso tudo acabou!
E nunca mais nenhum esquerdista falou dos atropelos aos direitos humanos nem das guerras ou miséria que se continuam a viver nos países de onde vinham esses africanos todos.

E os milhares que chegaram à Europa onde estão?
Já foram na sua maioria, devolvidos a Marrocos.
E o esquerdistas nada disseram, longe da vista, longe do coração.
  
Há apenas 1 ano, chegavam diariamente milhares de africano às costas do Sul da Suropa mas tudo isso, magicamente, parou

Agora, só se fala da rota do Balcãs.
Depois da vaga do africanos, nasceu a vaga dos árabes a entrar pelas ilhas gregas porque a Turquia relaxou as regras "humanitárias" de passagem com o objectivo de rpecionar a europa a aceitar a sua política de genocídio no Kurdistão.
Agora, com uns pataco por cabeça pagos à Turquia e o fechar dos olhos, também este problema vai ser resolvido de um dia para o outro.

Não seria bom sermos nós a receber os refugiados?
Os esqueritas dizem que a Europa tem o dever moral de receber os refugiados. 
Tenho pensado eu que, se em 1940/41 Portugal tivesse recebido todos os judeus que precisavam sair da Europa ocupada pelo Nazis e os tivesse, provisoriamente, instalado em Angola ou em Moçambique, o Holocausto nunca teria tido a dimensão que teve, com milhões e milhões de pessoas mortas nos campo de extermínio. Recordo que damos hoje muita importância ao vistos de Aristides de Sousa Mendes mas foi algo que durou apenas 7 dias, entre 17 e 24 de Junho de 1940, ainda a matança ainda não tinha começado, e que consistiu na emissão não autorizada de menos de 2000 vistos (ver).

Vamos nós receber o refugiados.
Sendo que a Europa está diponível para pagar a quem quiser receber os refugiados, sendo que isso é uma obrigação moral nossa, sendo também que seria bom para a nossa economia mortiça e população envelhecida, porque não ouço nenhum esquerdista a clamar para que possamos receber esses milhões que correm o risco de ser repatriados para a Turquia, um país onde os Direitos do Homem não são respeitados?
Não continua a ser bom, como defendia o António Costa enquanto chefe da oposição, receber refugiados para a limpeza das nossas matas e florestas?


Sócrates: Me ensina Sô Lula, que tenho que fazer para não pegar mais doença PobreZika?
Lula: Cara, lavas o jato com lexívia.


Se aquele juiz não tivesse  mandado destruir as escutas ao Sóctrates
Agora, fazendo um livro com a compilação dos telefonemas, o Sócrates iria vender mais livros e ganhar mai dinheiro que o José Rorigues dos Santos em toda a sua vida literária.

0 comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code