sexta-feira, 8 de abril de 2016

O João Soares foi derrotado por dois zombies

Sempre pensei que o Vasco Polido Valente fosse um zombie. 

Ver o VPV falar faz-me ficar com a ideia de que existem pessoas muito mais vivas e lúcidas entre os velhinhos que, nas residências seniores, passam o dia a dormitar no cadeirão geriátrico. 
O problema é quando o homem se vira para a câmara que capta o seu pestanejar. 
Sim, porque não estou a imaginar o VPV a teclar no computador, deve antes ter uma câmara daquela que, enquanto dormita, lhe capta o  pestanejar e o transforma em palavras, à moda do Steve Hawking. 
Mas que palavras saiem daquele pestanejar, são como lanças envenenadas ao coração do visado mas nunca caindo na grosseria. 
Como eu tenho pena de nunca ter sido vítima das suas crónicas.

Com a escrita (usando o pestanejar), o VPV torna-se um fera mortal

Mas, afinal, não é o pior dos zombies.
O Augusto M. Seabra não só parece mais morto que o VPV como do seu pestanejar saiem palavras muito mais venenosas: 
O João Soares "passados quatro meses não afirmou uma linha de acção política, tão-só um estilo de compadrio, prepotência e grosseria." ... "Que um governante se rodeie de pessoas de confiança é óbvio. Mas no caso do gabinete de Soares trata-se de uma confraria de socialistas e maçons."
Já se sabe dos filmes que, quem pensa que vai despachar os zombies à bofetada, acaba ele próprio num morto vivo (ou, no caso do João soares, num vivo morto).
Um curiosidade sobre a palavra Zombie.
O mais certo é ser uma palavra de origem africana, vindo de Zumbi (da língua Kikongo). No entanto, se quisermos forçar um bocadinho para um centrismo nas culturas europeias, também podemos ver semelhanças com a palavra Sombra (portuguesa ou espanhola), corrompida nos creolos das caraíbas.
Mas o interessante é como uma palavra dos confins de África pode ser incorporada nas línguas de todo o mundo. É a globalização.

"Essa não valer!"
Uma vez eu disse à senhora da loja chinesa que sabia algumas palavras em chinês. Ela ficou admirada mas eu logo ataquei com "Internet".

Mas algo se passa com a Geringonça. Estará o défice descontrolado?
Geringonça foi o nome proposto pelo VPV para o governo dos esquerdistas, posteriormente repetido pelo Paulo Portas no Parlamento.
Mas algo vai mal na Geringonça porque as taxas de juro estão muito elevadas.
Eu penso que tem a ver com um problema no Orçamento de Estado para 2016, o défice está descontrolado.

Porque será que veio cá o Draghi?
Talvez porque o Marcelo sabe que o défice está a resvalar e quer apoio institucional europeu para forçar o Costa às medidas adicionais.  
O Costa escreveu no OE2016 que o défice vai ser de 2,2%do PIB mas imaginando que isso seria só para bruxelês. Os políticos são os mesmo pelo que a acção é uma repetição do que fez o Sócrates em 2009.
Se bem se lembram, o Sócrates escreveu no OE2009 que o défice ia ser de 2,2% PIB (ver, estranhamente, ou talvez não, o número que o Costa meteu no OE2016) e acabou em 9,4% do PIB, e ninguém disse nada.

O Sócrates assinou o Memorando de Entendimento, com todo o apoio do PS, porque sabia que não lhe iria dar cumprimento.
O problema é que agora os mercados estão mais atentos, mais nervosos e, por isso, a taxa de juro já está 3 pontos percentuais acima da taxa de juro alemã e 1,3 pp acima do que estava em princípios de 2015.

Quanto vale 1,3pp de taxa de juro?
Se aplicada a toda a dívida pública, são mais 3000 milhões por ano em despesa pública em juros, 1,65% do PIB.
Interessante que o aumento na despesa em juros é muito maior os 0,4pp de resvalar do défice (dos 1,8% do Passos Coelho para os 2,2% do Costa) que levou ao anunciar do fim da austeridade.


Diferença entre a taxa de juro a 10 anos portuguesa alemã está muito elevada

Não será a acção do Soares uma demonstração do desespero da geringonça?
Espelho meu, espelho meu, será que esta cena do Soares não traduz o nervoso dentro da geringonça em que o Primeiro Ministro tem que dizer ao seu Ministro da Cultura pela televisão de que tem que se ir embora?

Vejamos um dos problemas que se avolumam.
Além do défice descontrolado, há problemas graves na Caixa Geral de Depósitos que, segundo alguns analistas (eu), tem prejuízos escondidos e reconhecidos na ordem dos 4000 milhões € pelo que, não sendo possível um aumento de capital, vai ter que reduzir o seu activo para 1/3 do valor actual.

E há o BCP.
Tem um total de activos de 74885 milhões € (ver) pelo que terá que ter um capital mínimo de 6000 Milhões € (um Tier 1 de 8%, ver). No entanto, a capitalização bolsista de hoje do BCP derrapou de há apenas um ano dos 6000 milhões€ para os atuais 2000 Milhões €. Então, segundo avaliado pelo mercado, o BCP tem uma necessidade de reforçar o capital em 4000 milhões€.
E não é dinheiro previsional como no caso do BANIF, é dinheiro firme.
E onde é que vai ser possível ir buscar este dinheiro com a oposição do BE e da CDU?
By By Costa.

Será que o caso BANIF poderia ser diferente?
Poder, podia se o Tomé não fosse teimoso ou se tivesse sido possível arranjar alguém para gerir o banco, que não foi possível depois do que se passou com o BES onde a administração do Vitor Bento esteve apenas uns mesitos e saiu toda queimadinha.
Querem saber onde parará o João Moreira Rato que tinha um grande tacho como presidente do IGCP? Está a dar umas aulitas, como eu, mas como professor convidado (dá mais horas e ganha menos que do que eu).
Vamos assumir que o BANIF estava a dar lucro, que estava a fazer a sua reestruturação e que estava a funcionar muito bem. O problema é que não tinha capital suficiente para poder operar com 13MM€ de activo.
Se alguém quiser operar um banco, tem que ter como capital um mínimo de 8% do activo. Se, o BANIF queria ter um volume de negócios de 13000 milhões €, tinha que ter 1000 milhões € de capital próprio. Como não tinha, em meados de 2015, o valor de mercado era de 300 milhões €, havia a necessidade de reduzir o activo de 13000M€ para 3750M€ que a administração do BANIF não fez porque não quis fazer.
Sendo que o Tomé foi teimoso, mais não ficou que acabar com o banco e vender o que sobrou por tuta e meia. 
É a vida!

3 comentários:

ae disse...

http://economicofinanceiro.blogspot.pt/2016/04/o-joao-soares-foi-derrotado-por-dois.html

ae disse...

Parece ficar claro o que nos reserva o futuro!!! :(

http://economico.sapo.pt/noticias/medidas-adicionais-se-houver-necessidade-elas-serao-tomadas_246833.html

ae disse...

Já chegava o pais estar no lixo...!

http://economico.sapo.pt/noticias/costa-quer-tirar-lixo-dos-bancos-e-passalo-para-um-banco-mau_246832.html

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code