domingo, 11 de julho de 2021

O LF Vieira é mais uma inocente vítima do BES

Não nos esqueçamos que o Luís Filipe Vieira tem apenas a Quarta Classe.

Quando olhamos para o LFV vemos um homem sábio mas, de facto, como confessou na comissão de inquérito, é "um simples paquete com apenas a quarta classe".

Anda de Mercedes e usa fatos caros mas não passa de um quarta classe.

O problema dos "quarta classe" é que pensam que o "problema do café" é o mais sofisticado que existe no mundo dos negócios (era um dos problemas mais difíceis do livro da quarta):

Um merceeiro comprou café arábico a 2,50$/kg, café robusta a 3,50$/kg e cevada torrada a 0,50$/kg. Sabendo que juntou 5 kg de café arábico com 10kg de café robusta e 15kg de cevada, se a margem de lucro pretendida for de 50%, qual deve ser o preço que deve pedir pelo café de mistura?

Resposta: Deve afixar o preço de (5*2,50+10*3,50 + 15*0,50)/30*(1+0,5) = 2,75€/kg.


O que aconteceu ao Vieira.

O BES tinha uns imóveis que valiam 6 milhões € mas que estavam no balanço do BES com o valor de 60 milhões €. Digamos que o Salgado usou a inflação do valor dos imóveis para esconder que o banco estava falido.

Sabendo que o Vieira é um quarta classe, chamou-o a uma conversa onde lhe propôs um negócio. Cou transcrever a conversa que foi obtida por uma escuta falsa.

-Amigo Vieira, és um quarta classe mas muito mais inteligente e sábio que muitos professores doutores - diz o Salgado.

- Só o Dr. Salgado é que me dá valor, é verdade que comecei a trabalhar como paquete mas, no entretanto, tirei vários doutoramentos na universidade da vida.

-  Não me chame dr., chame-me Salgado ou pelo meu primeiro nome, De-vinha-d'alho. Mas eu chamei-o aqui porque tenho um óptimo negócio com uns imóveis. Coisa coisa pequena, para 60 milhões€, com um desconto porque Basileia 3 obriga o BES a despachar a coisa por metade do valor.

- Basileia ou Brasileira? Eu não tenho essa massa dr. De-vinha-d'alho, onde é que vou arranjar os 60 milhões?

- Fazemos aqui um negócio à sua medida, sem qualquer risco e, no fim, tem a sua percentagem .Isto é só um negócio de fachada, aquilo continua nosso mas o Core Tier 1 obriga-nos a tirar aquilo do balanço, coisas do BCE. 

- Então diga lá dr.

- O Amigo Vieira entra com 10%, 6 milhões, e o resto nós concedemos crédito em que a garantia são os imóveis.

- Mesmo assim, onde é que vou arranjar os 6 milhões?

- O seu amigo, o Rei das Pitos, ou outro qualquer entra com os 6 milhões, não faltam investidores, estou-lhe a falar apenas porque somos amigos, isto é dinheiro em caixa.

-Mas isso não vale os 60 milhões.

- Vale muito mais mas não se preocupe amigo Vieira, depois de vender, tira os 6 milhões para o Rei dos Pitos, outro tanto para si e, o que sobrar, fazemos uma re-estruturação da dívida até esse valor. Não tem risco nenhum.


Para o quarta classe, parecia um bom negócio.

Só que, no fim, o Salgado pediu ao Vieira para assinar um "papel sem importância que vai ficar no fundo de uma gaveta apenas para o caso de algum outro administrador levantar problemas, são pessoas sem nenhum conhecimento de como funciona o mundo dos negócios, teóricos. E isto nem tem valor legal porque, como é casado em comunhão de bens, é obrigatório que a sua mulher também assine" (o que é mentira).

Esse papel dizia apenas "Eu, Luís Filipe Vieira, dou o meu aval pessoal, assinatura".


O que aconteceu a seguir?

O BES faliu e veio-se a saber que os imóveis pouco valiam. O Vieira ficou com uma empresa proprietária de uns imóveis que valeriam, na melhor das hipóteses, 6 milhões, uma dívida de 54 milhões ao Novo Banco garantidas por aval pessoa e ainda o Rei dos Pitos a arder em 6 milhões.

Acabou por ser um péssimo negócio.

O Vieira teve que se ver livre de todos os bens que tinha ganho enquanto paquete pois, caso contrário, lá se iam (por causa do aval).


O Novo Banco vendeu o crédito mas os filhos do Vieira deveriam ter direito de remissão.

O Novo Banco colocou a dívida à venda e conseguiu 5 milhões € pagos pelo "Davidson Kempner".

O Vieira achava que os filhos tinham direito de remissão  (O direito de remissão compete "Ao cônjuge que não esteja separado judicialmente de pessoas e bens e aos descendentes ou ascendentes do executado é reconhecido o direito de remir todos os bens adjudicados ou vendidos, ou parte deles, pelo preço por que tiver sido feita a adjudicação ou a venda.", Artigo 842.º do CC).

E os filhos até estavam disponíveis para "dar mais qualquer coisinha, dar 6 milhões" mas os do Novo Banco não quiseram, optaram por vender pelos 5 milhões €! Isto é estranho porque seria menos prejuízo para o Fundo de Resolução.


Depois, o Rei dos Pitos comprou a dívida à Davidson Kempner.

Foi um negócio totalmente transparente e legal, pagando o preço que a DK exigiu (não tendo melhor proposta).

E como o Rei dos Pitos é uma pessoa séria e honrada, disse ao Vieira, "Eu só quero recuperar o meu dinheiro, os 6 milhões iniciais mais os 8 milhões que meti agora. Se isto der mais, é teu".

Onde é que está o crime?


Acabando com o Benfica.

Não em acredito que o Vieira tivesse metido 2,5 milhões € ao bolso mas, mesmo que tal tenha acontecido, é o salário.

O Vieira está no Benfica desde 2003, 18 anos sem salário.

Dividindo 2,5 milhões por 18 anos, 14 meses por ano e ainda descontando os 23,75% da TSU, dá 8 mil € por mês.

Para comparar, em 2018 o vogal do Benfica Domingos Soares de Oliveira recebeu 20 mil€ por mês e Presidente Portista Pinto da Costa 47800€/mês!

O Vieira ficou barato!


É uma desonestidade intelectual da acusação.

Da mesma forma que o Bruno de Carvalho (e os da Juveleo) foram acusados de terrorismo e de crimes terríveis contra o Sporting e contra a Humanidade para virar a opinião pública contra o Grande Carvalho, esta inventona serve para retirar o apoio dos benfiquistas ao Grande Vieira.

É sempre a mesma cartilha, Burla, Falsificação de Documentos, Prevaricação, Corrupção Activa e Passiva para Ato Ilícito, Branqueamento de Capitais, Tráfico de Influências, ...


Pensem nisto!

 O Davidson Kempner ter comprado por 5 milhões € não foi crime nenhum mas o Rei dos Pitos ter comprado por 8 milhões € ao DK já é um chorrilho de crimes.

Fig. 1 - Esta história toda resulta de o Cabrita precisar do Mercedes do Vieira enquanto tem o BMW na oficina.

Para acabar, será que o Covid-19 não infecta durante a semana?

O Costa criou "limitações de liberdade" ao fim de semana para tentar controlar as infecções com o covid-19 e as pessoas perguntam se o vírus, entre as 23h e as 5 da manhã ou ao fim de semana contaminam mais".

As limitações têm lógica (para quem defende limitações) pois a redução da capacidade de infecção é um fenómeno estatístico.


O risco de contágio.

Vamos supor que o Rt é de 1,4 e que, em média, uma pessoa contacta com 1 pessoa por hora.

Como a "vida" da covid é de 5 dias, isto traduz que o risco de uma pessoa positiva contaminar outra que encontra é de 40%/(5*24) = 0,33%.

Havendo 100 mil "contaminados activos", então, ao falarmos com outra pessoa escolhida aleatoriamente, temos um risco de ser contaminados de 0,032%

100000 / 1030000 * 0,33% =  0,032% (um contágio em cada 3120 contactos).

Diminuindo os contactos, mesmo que seja apenas ao fim de semana, o número de contágios irá diminuir.

Se o Rt é de 1,4, se durante 2 dias na semana as pessoas não contactarem ninguém, o Rt diminui para 1.


Fig.2 - Número diário de mortos, média semanal (dados DGS)


Temos muito contaminados mas poucos mortos.

Estamos com 3000 casos e 6 mortos por dia.

Quando, no Natal, antes da vacinação, estávamos com 3000 casos, havia 70 mortos por dia.

Uma diferença substancial na gravidade da doença.

Mas, enquanto a vacinação avança, temos que estar preparados para bater recordes no número de  contaminados e um aumento no número de mortos até 20 fatalidades por dia.

Recordo que, por dia, morrem  330 pessoas de causas que não o Covid-19, por exemplo, 12 pessoas por "Acidentes, envenenamentos e violências" e 82 pessoas por "Tumores malignos".

É que já em convenci que, somando todas as causas, acabamos todos por morrer.

Até o Vieira, os super-juízes e os justiceiros.


Da esquerda à direita, fala-se de corrupção como se fosse a causa de todos os nossos problemas.

Reparem bem.

O governo governa mal, a oposição opõe-se mal, o juízes ajuízam mal, os polícias policiam mal, os professores professam mal, os motoristas motoristam mal e, no fim, tudo fica branqueado porque a culpa é da corrupção.

Mas ainda nenhum desses justiceiros, que vão da estrema esquerda à estrema direita, conseguiu demonstrar que, de facto, a corrupção causa um prejuízo substancial à economia.

Falam em milhares de milhões mas de onde vêm esses números, nada.

É óbvio que sim é senso comum mas também é óbvio e senso comum que o Sol anda à volta da Terra.

2 comentários:

Silva disse...

"É sempre a mesma cartilha, Burla, Falsificação de Documentos, Prevaricação, Corrupção Activa e Passiva para Ato Ilícito, Branqueamento de Capitais, Tráfico de Influências, ..."

Caro PCV

O que é um Ato Ilícito?

Já regulamentaram como se ata os sapatos com atacadores?


-----------------------------------------------------------

Como todos sabemos não existe nenhuma pandemia, apenas uma bela e elaborada sabotagem.

Ines Maria disse...

¿Alguien aquí ha experimentado alguna vez un colapso financiero? Yo lo he hecho y no fue una situación fácil porque perdí casi todo y no pude explicar cómo fue todo, pero Covid-119 realmente me hizo joder, pero hoy estoy agradecido por todo. El Sr. Lee hizo por mí por ayudarme con un préstamo a una tasa del 2% para recuperar mi negocio y hoy soy una persona feliz de que la vida ha sido injusta conmigo durante todo ese período de Covid19. trabajó con una gran empresa de EE. UU. que presta dinero a cualquier persona que busque un préstamo y esté dispuesto a pagar con la tasa de interés del 2% a cambio aquí Su dirección de correo electrónico: 247officedept@gmail.com Y WhatsApp: + 1-989-394-3740

Enviar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code