sexta-feira, 27 de março de 2020

Os alemães que se ponham finos ou não pagamos a dívida

Como é bom ter memória.
O Costa que use este fulano para acagaçar quem não lhe quer dar massa para dar cumprimento às promessas que tem disparado em todos os sentidos.
Só tenho pena porque o corte nos salários dos funcionários públicos, no meu, não se vai ficar nos 10% mais os subsídios de férias e Natal como no tempo da Troika.
Mas também pouco faço. menos agora que estou fechado em casa em quarentena.

Foi este mesmo que disse isto mesmo quando estava lá o Passos Coelho a lutar.
Vamos agora ver agora se os tens.

“Estou marimbando-me para os bancos alemães que nos emprestaram dinheiro nas condições em que nos emprestaram. Estou marimbando-me que nos chamem irresponsáveis. Nós temos uma bomba atómica que podemos usar na cara dos alemães e dos franceses. Ou os senhores se põem finos ou nós não pagamos a dívida” e se o fizermos “as pernas dos banqueiros alemães até tremem” (ver). 

2 comentários:

Anónimo disse...

O Costa fala, agora que está a fazer vídeo conferência, quando tiver lá pessoalmente mas reuniões leva uns calduços para ver se pia baixinho.

Pedro Renner disse...

1. Rebus sic stantibus?

ou

2. Pacta sunt servanda?

Quem quiser invocar o primeiro brocardo, não pode ofender-se perante o convite em apresentar as suas contas, sob risco de suspeição de estar a furtar-se ao segundo.

É que estas contas podem pôr a descoberto uma situação de “venire contra factum proprium”, corroborando a suspeição.

Não se corroborando a suspeição, tudo terá solução. Em se corroborando, também, mas a solução já não será a mesma.


Bom trabalho.

Publicar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code