segunda-feira, 24 de novembro de 2014

A verdadeira razão porque o Sócrates foi detido

Muita gente se pergunta. 

Dizem que, lá em París, o motorista do Sócrates levantava dinheiro e ia-lho entregar. Mas que indícios existiam para justificar que os portugas mandassem  a gendermery perseguir o motorista do Sócrates pelas ruas de Paris?
Como é possível que um movimento bancário de cem ou duzentos mil euros entre a conta de uma mãe e a de um filho possa dar origem à detenção de um ex-primeiro ministro em pleno aeroporto?

Querem saber a verdade?
Tem a ver com as famosas escutas que, por ordem do Supremo, foram destruídas dos CD's.
Quem é que ouviu as escutas?
Toda a gente.
Quem era o juiz que estava a ouvir as escutas do Godinho que foram destruídas?
O Juiz Carlos Alexandre.
Quem mandou fazer as diligências todas que culminaram na detenção do Sócrates no aeroporto?
O Juiz Carlos Alexandre.
Será coincidência?
Não acredito.

Sempre achei interessante.
O que diz nos livros sobre "não se pode fazer cópia seja qual for o meio utilizado". 
Mas memorizar na nossa cabeça é fazer uma cópia. Então, decorar um texto ou aprender uma música viola os direitos de autor.
Ali foi igual. Mandaram destruir os CD.s mas o povo não esqueceu.

O "crime" não tem importâncioa nenhuma.
Iamginem que o Sócrates dizia "os 20 milhões de euros resultam de eu ter roubado um homem que ganhou o euromilhões".
Quem era esse homem? "Não sei pois não cheguei a perguntar-lhe, era um homem."
Como o roubo é um crime particular, precisa de queixa para que avance. Então, já está justificado de onde veio o dinheiro.
Será que estava obrigado a declara-lo ao fisco?
Não porque o dinheiro não é resultado de trabalho, rendimentos de capital, resultado do jogo, doação.
O fisco não tributa os roubos.

Será crime transportar dinheiro roubado?
Já ouviram algum assaltante de um velhte ser acusado de #transpportar o dinheiro que estava dentro da carteira roubada" mas "12 anos de cadeia por ter branqueado o dinheiro que roubou dizendo à mulher que o ganhou à lepra".
São tudo coisas que não fazem qualquer sentido e que servem apenas para, não se apanhando o criminoso com a mão na massa, usa-se um estratagema qualquer.

Fig. 1 - "A menina acredite que eu sou muito rico e tenho cancro terminal, veja estes documentos" (falsos).
Mas, no amor, vale tudo menos tirar olhos.

Dizem os ciganos.
Que o pior em ser cigano é que tem sempre que ter no bolso a factura da carteira, da roupa que traz vestida, dos sapatos, do telemóvel, do corte de cabelo e apenas pode trazer dinheiro no bolso se tiver o talão do multibanco. Se a roupa for de marca, tem ainda que ter um documento qualquer a provar que não é contrafeita.
Se apanham um cigano sem as facturas todas em dia, deixam-no logo em leitão.
Vêm um cigano com um rádio de automóvel na mão. É logo acusado de "branqueamento de capitais e fuga ao fisco" porque não tem porque não tem guia de transporte para o rádio. Depois, ainda o acusam de  "falsificação de documentos" porque a factura dos sapatos obtida na feira foi emitida por um equipamento em que o software não foi verificado pela administração fiscal.
Do rádio, se o roubou ou não, não interessa. Do resto, apanha 12 anos de cadeia.

Faz-me lembrar o Al Capone.
Com isto não estou a comparar o Sócrates com o Al Capone mas apenas o processo.
O Al Capone matou, roubou, espancou, fez milhões de crimes mas nunca foi condenado por nenhum deles.
Foi condenado por "fuga aos impostos".
Porque matava, extorquía, corrompia e roubava, enriqueceu. Um dia chegaram lá os das finanças e meteram-no na cadeia por "não declaração de rendimentos".
Como o O.J. Simpson passou-se o mesmo. 
Mais uma vez, com isto não estou a comparar o Sócrates com o O J Simpson mas apenas o processo.
Escapou de ter alegadamente assassinado a mulher mas foi condenado por arrombar uma porta para "subtrair" um troféu que tinha ganho. 
Outra pessoa qualquer acabava com uma multa, estes acabaram com penas de dezenas de anos.

Fig. 2 - Estou perdido.

Eu odeio o Sócrates.
Mas um Estado de Direito não deveria usar expedientes destes, não deveria usar o princípio de que o fim justifica os meios.
Será que na justiça também vale tudo, menos tirar olhos?

A detenção foi má para o homem mas boa para o país.
Aumenta a probabilidade de o Passos ganhar as legislativas o que tem impacto na evolução das taxas de júros da dívida pública portuguesa pois o António Costa (e todo o PS) tem um discurso de que "gastar é que é bom".

Fig. 3 - As taxas cairam rapidamente para mínimos históricos

Pedro Cosme Vieira.

2 comentários:

jorge gaspar disse...

Anda muita gente a falar sem saber o que o Juiz Carlos Alexandre e o ministério público sabem realmente.

Existem indícios fortes de corrupção envolvendo o Sócrates em muitos casos. Existem suspeitas fortes de ter tido forte protecção judicial enquanto primeiro ministro.
Existem indicios fortes de que vivia com uma quantidade de dinheiro muito superior a qualquer explicação que tenha dado sobre a origem desse dinheiro, e isso inclui a suposta fortuna que a mãe herdou que afinal são 2 ou 3 casas no cacém.
Em muitos dos casos onde existem indícios de corrupção, estão também envolvidas pessoas condenadas por corrupção (caso de Armando Vara por exemplo) assim como o seu grande amigo Carlos Santos Silva. O seu grande amigo compra casas á mãe e através dum esquema qualquer arranja maneira de entregar dinheiro a ele. O seu grande amigo trabalhou numa das empresas que mais beneficiou com as políticas de crescimento do Vigarista.
Segundo aquilo que se tem publicado na comunicação social existem escutas condenatórias.
É preciso ter lata para com tantos indícios criticar a justiça.

Pedro Cosme, é triste ver o papel que a esquerdalhada está a fazer. Inventam tudo e mais alguma coisa para inocentarem o Vigarista.
Lembram-me os benfiquistas no tempo do Vale e Azevedo ou os afro americanos no tempo do O.J. Simpson.
Para fazer o papel de benfiquistas (quando o Vale e Azevedo era presidente) e de afro-americanos (nos homicidios do O.J Simpson) já chega a esquerdalhada.

No tempo do Vara, do Salgado, do Oliveira e Costa, do Isaltino, dos vistos gold etc. a justiça só era má por meter poucos lá dentro. Agora passou a ser má porque para meter o Vigarista lá dentro só apanhando-o com a arma do crime na mão.

Já deu para perceber que o Vigarista era um Deus para muitos intelectuaizinhos.

Professor Pedro Cosme, não seja mais um a dar para esse peditório.

Pedro Alexandre disse...

Caro Professor,

É claro que o Sócrates é e sempre deu provas de que é um vigarista de primeira água, quer dizer essa questão nem se põe.

A questão é saber se com as leis que temos haverá condenação ou não a uma figura do estado, e se neste momento se de facto as reformas que este governo tem feito e que esta ministra anda a promover, esse senhir vai ser condenado ou não.

Se fosse o Passos caia o carmo e a trindade, como foi no caso da tecnoforma, hoje os esquerdistas falam de regras que não existem num estado de direito (que eles gostam tanto de falar mas só quando lhes convém), pois o Sócrates merece ser tratado como um qualquer outro vigarista no país.

Cumps

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code