domingo, 6 de março de 2011

O aumento dos preços dos alimentos e a pobreza no Mundo

Nos últimos meses o preço dos produtos agrícolas tem aumentado significativamente, tendo, nalguns casos, triplicado. Contrariamente ao que se possa supor, tal aumento tem um efeito positivo na redução da pobreza a nível mundial porque os países mais pobres produzem principalmente destes produtos.

A evolução dos preços dos produtos agrícolas
O preço dos alimentos tem aumentado significativamente ao longo dos últimos 5 anos. Por exemplo, no período 2000-2006, o preço médio do milho era de 2,50USA$/bushel (que corresponderia, ao câmbio actual, a 0,07€/kg) e do trigo era de 3,75USA$/bushel (que correspondia, ao câmbio actual, a 0,11€/kg). Desde 2006, os preços triplicaram.
No entanto, o aumento não traduz que os preços estejam caros mas antes que estavam insustentavelmente baixos. Por exemplo, actualmente um pão de trigo (papo seco, molete, trigo) de 45g apenas contém 0,01€ de trigo.
Os preços dos alimentos estavam exageradamente baixos por causa dos subsídios à produção agrícola atribuídos nos países mais desenvolvidos distorcerem o mercado mundial.
Com o aumento dos preços, os políticos (tinha que falar destes) e os comentadores televisivos começaram a dizer que a fome ia atacar os países mais pobres. Mandaram jornalista procurar a miséria mas o que observaram foi exactamente o contrário: há forte crescimento económico nos países mais pobres. Tiveram que mandar os correspondentes voltar a casa porque o que lá lhes disseram foi que os produtos agrícolas anormalmente baratos é que levaram para a pobreza milhões de camponeses dos países do terceiro mundo porque são países iminentemente agrícolas. Não deu notícia.

Será que os países pobres não produzem alimentos?
A produção agrícola depende principalmente da disponibilidade de terrenos pelo que é, em valor absoluto, aproximadamente constante em todo o Mundo: cerca de 500€/ano por pessoa (paridade de poder de compra). Quer isto dizer que, tanto em Portugal (que é um países classificado como rico) como em Moçambique (que é um país classificado como pobre), se produzem 500€/ano por habitante na agricultura. Nós importamos e os moçambicanos exportam produtos agrícolas porque nós consumimos mais por cabeça (vale a pena ser rico).
Como a produção é idêntica em termos absolutos, em termos relativos, a agricultura tem um peso muito importante nos países mais pobres (mais de 30% da riqueza produzida) e um peso negligenciável nos países mais ricos (menos de 3% da riqueza produzida).
Como todos os países precisam importar coisas que não produzem (petróleo, medicamentos, máquinas e ferramentas, automóveis, etc.), os países pobres que apenas têm produtos agrícolas para exportar, estando os seus preços artificialmente baixos por causa dos subsídios atribuídos nos países mais ricos, caíram a níveis de pobreza perigosamente aflitivos. Felizmente a crise financeira veio impossibilitar que os governos continuassem a dar avultados subsídios a actividades que devemos deixar, por questões económicas e éticas, para os países mais pobres.

Os preços como estão, estão bem porque combatem a pobreza mundial
A resolução dos problemas da pobreza mundial não passa por mandar para lá umas sacas de farinha ou os Médicos sem Fronteiras mas pelo permitir que às pessoas que lá trabalham, possam vender os seus produtos agrícolas a preços não manipulados pelos países mais ricos.
Um aumento de 100% nos preços dos produtos agrícolas induz um aumento imediato de mais de 30% no rendimento dos países mais pobres e apenas uma diminuição de 1,5% dos países mais ricos (supondo que importam 50% do que consomem). Vale bem o sacrifício se pensarmos que nos países mais pobres vivem 5000 milhões de pessoas.
E a médio prazo, a riqueza dos países mais ricos também irá aumentar porque os países mais pobres ficarão com poder de compra para importar bens e serviços de elevado valor.
 Pedro Cosme Costa Vieira

0 comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code