quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

O cantineiro é um especulador

Neste post o cantineiro, por ser especulador, concedeu crédito de longo prazo. Transformou-se também em seguradora.

Hoje faz 6 anos que o Muzel se casou.
Neste tempo o Muzel teve 5 rapazinhos mas um morreu. Restou 4.
Sempre foi um bom cliente. Gastava, em média, 50$00 de mercadoria por mês e, sempre que o saldo do livro descia abaixo de 500$, o Musel falava ao cantineiro, o Pereira, e lá ia fazer nova contrata.
Mas ontem aconteceu uma tragédia

Pátrão me acuda
Gritou mulher do Muzel ainda o Sol estava para nascer.
- Pátrão me acuda que o Maruéu morreu.
- A Hiena comeu o meu Maruéu durante a noite.
- Me acuda Pátrão que é uma desgraça.
- Minhas criança vai morrer de fome.
- HAAAAAAAAAAAAAAeeeee  ME ACCCCUUUUUDDDDAAAAAAAAAA
O Pereira ainda estava na cama de onde saltou rapidamente e veio cá para fora.
- Manuela (foi este o nome que o Pereira lhe deu no dia do casamento), que desgraça. O Manuel era tão bom rapaz.
- Que desgraça. Aí meu Deus que posso eu fazer agora para acudir a esta tamanha desgraça.
- Tens no livro 600$ mas isso só dá para sustentares as crianças um anito.
- O teu mais velhinho só tem 5 anos. Ai que desgraça.
- Manuela, vou pensar no que podemos fazer.
Entrou para a casita e foi-se sentar na mesa da cozinha.

Fig.1 - Pátrão conta com mim pra tudo que for precisa.

O Pereira era um especulador
Espectador e Especulador são, em termos etimológicos, a mesma palavra.
São evoluções do vocábulo latino spectator que traduz a visão, a observação de algo.
Em inglês óculos dizem-se spectacles.
Especulador é aquele que vê para o futuro.
Aquele que antecipa como vão evoluir as variáveis económicas.
O Pereira vê no futuro os filhos do Muzel, se sobreviverem, como bons clientes.
Pensa que vão sair todos ao Pai.
Então, magicou, magicou, magicou 
Pegou no livro, leu aqueles balanços, tornou a magicar, magicar e veio cá fora 

Um contrato de crédito
- Manuela, A tua criança mais velha só tem 5 anos. Só pode trabalhar na contrata daqui a 10 anos. É muito tempo.
- Para as tuas 4 crianças não morrerem de fome, tenho que te emprestar 40$/mês durante mais de 10 anos.
- É muito dinheiro.
- Mas eu especulo que teus filhos são como o Manuel pelo que vão ser grandes trabalhadores.
- Vou então propor-te um contrato de crédito.
- Eu empresto-te o dinheiro e, quando as tuas crianças fizerem 15 anos, vão fazer contrata. Cada rapaz tem que fazer  três contratas num total de 12 contratas.
- É um contrato de 8000$00 com uma duração de 15.5 anos.

A Taxa de Juro Anual Efectiva
- Pátrão obrigado. Mas 12 contratas são 12000$00. Me pode fazer conta para me diz a TAE.
- São 6.34%/ano

Fig. 2 - Especulação quanto à evolução do saldo (negativo) da Manuela

Me espilica para que serve o Juro.
- Sabes que eu sou contra explorar os necessitados pelo que nos créditos de curto prazo não cobro juros.
- Até porque eu empresto activos que pertencem aos meus outros clientes a quem não pago juros.
- Mas, neste caso, as tuas criancinhas são muito pequenas e podem morrer ou não querer trabalhar.
- E nesse caso, tu não tens como pagar a dívida pelo que eu fico com o prejuízo.
- Assim, em cada ano e por cada 1000$00 de dívida eu tenho que fazer reservas de 63$40 para o seguro de crédito.
- Se eu não fizer isso, quando alguém não pagar, vou ter que passar o prejuízo para os meus outros clientes.
- Isso não é justo porque não são eles que decidem os empréstimos.
- Vens aqui outro dia chorar mais um pouco e eu explico-te porque os bancos têm lucro.

Aceitar pátrão.
- É justo pátrão. Meus filho vai crescer bém e trabalhar bém mas Muzel morreu e eu não pensei.
- Afinal o juro é justo, pátrão.

Pedro Cosme Costa Vieira

4 comentários:

iurikorolev disse...

Estimado Pedro

Enviei seu texto sobre o Brasil para um amigo comentarista de Economia Internacional, inteligente e irreverente como você (rsrs), que respondeu ao seu texto e fez interessante video no Youtube com o título :
O BRASIL SERÁ POTÊNCIA EM SONHO.

Gostaria que o assistisse e comentasse se gostou.

Abraços fraternos

Económico-Financeiro disse...

Estimado iurikorev,
Eu agradeço ter dado o meu post a ler.
Eu vi o video e achei muito interessante. Nem pensei ser possível gravar um vídeo directo do computador.
Não disse nada porque estou sem som. E não sei se está a dizer bem ou mal. Mas gostei muito da imagem.

Obrigado.
pc

sergio disse...

Bom já está respondido muito Obrigad pela atenção e pela resposta resposta!

Anónimo disse...

Pedro, nao vejo nenhum Canal portugues ECONOMICO-FINANCEIRO no youtube, com tanto impacto e nada.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code