segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Será que o Corona me vai matar?

Esta pergunta está a afligir muita gente.
Muita gente fala que os dinossauros e muitos mais animais se extinguiram por causa de algo que caiu do Céu mas não está colocado fora de questão terem sido vírus.
Os vírus são terríveis porque é um veneno que se replica no corpo da vítima.
Muitos filmes exploram esta questão de que "The Thing" e "The Alien" são bons exemplos (mas em que o vírus é um monstro visível).



Para sabermos a perigosidade de um vírus temos que saber.
1) Que percentagem da população, uma vez exposta ao vírus, fica contaminada.
O vírus não é compatível com todas as pessoas pelo que, mesmo exposta, nem todas as pessoas ficam doentes.
Imaginemos que é de 20%. Isto traduzirá que, uma vez tornando-se uma pandemia descontrolada, 1450 milhões de pessoas serão contaminadas. 
Atenção que ainda nada foi dito sobre isto e já poderia ter sido calculado.

2) Que percentagem das pessoas contaminadas precisam de cuidados médicos importantes.
É dito pelos chineses que é cerca de 20%.
Este número é importante porque leva à rotura dos serviços de saúde.

3) Que percentagem das pessoas contaminadas morre com e sem tratamento médico.
É dito pelos chineses que, com cuidados médicos, é de 3,5% (2592 mortos em 77150 contaminados) mas também é importante prevermos a mortalidade no caso de não ser possível assistir as pessoas.

4) Também temos que saber quão fácil é o vírus propagar-se e este parece que se propaga muito facilmente.

Na China está tudo resolvido.
Os dados vindos da China são bons, indicando que mais 2 ou 3 dias, a infecção está controlada. O problema é nas democracias onde não há forma de "isolar" as pessoas.
Se há pessoas que se recusam a vacinar os filhos e nada lhes acontece, vai ser difícil obrigar os Europeus que se acham cheios de direitos a ficar isolados dias e dias.
No Irão também há o problema do secretismo de de acreditar que Alá vai resolver tudo.

Fig. 1 - Segundo os dados vindos da China, mais 2 dias e a coisa acaba por lá.

Vamos à mortalidade.
Provavelmente, é muito maior do que se calcula dividindo o número de mortos pelo número de contaminados porque quem está a morrer agora foi contaminado há vários dias, quando havia muito menos contaminados.
Se for este o caso, a taxa de mortalidade será muito maior.
Se dividirmos o número de mortos pelo número dos recuperados (mais os mortos), a taxa de mortalidade fica nos 10%. É possível ser este o número verdadeiro porque é o valor do SARS, o vírus Corona de 2002.
Não havendo possibilidade de dar apoio médico, este número vai aumentar para próximo de 20% que é a percentagem de pessoas que desenvolve pneumonia muito grave.

Fig. 2 - A taxa de mortalidade pode ser na ordem dos 10%, o mesmo que o SARS.

Vamos a umas especulações.
Vamos supor que o vírus se descontrola;
Que 20% da população é contaminada e
Que 15% dos contaminados morre.
Então, até ao fim do ano vai morrer 3% da população mundial, qualquer coisa como 220 milhões de pessoas, 300 mil em Portugal!
Parece muita gente mas é apenas uma em cada 30 pessoas que conhecemos.
Lá terei eu que ir a um funeral, espero que não o meu.

2 comentários:

Portuendes disse...

É, obviamente, um worst case scenario. Em princípio, não haverá esse descontrolo absoluto.

Unknown disse...

Só diz asneiras, e o pior é que incita ao pânico. Por favor, seja menos fantasista e veícule informação correta.

Enviar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best Hostgator Coupon Code